quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

O PASSADO É CONTUNDENTE

MEUS PRIMOS MAIS NOVOS, RESOLVERAM SELECIONAR FOTOS ANTIGAS DA FAMILIA E ISSO VIROU UMA FEBRE. É INCRIVEL COMO MUITAS GERAÇÕES ESTÃO SE REENCONTRANDO POR CONTA DE FOTOS POSTADAS NUM ALBUM VIRTUAL. E ISSO ME POS A PENSAR O QUANTO O PASSADO É CONTUNDENTE. QUANTAS COISAS GOSTARIAMOS DE TER MODIFICADO. QUANTAS ATITUDES DEIXAMOS DE TOMAR. QUANTOS BEIJOS ,ABRAÇOS, CARINHOS, DEIXAMOS DE DAR. QUANTAS VEZES NOS DEIXAMOS LEVAR PELO RANCOR E PERDEMOS OPORTUNIDADES DE DIZER COMO AMAMOS AS PESSOAS. SOFRO AINDA COM UM BLOQUEIO TERRIVEL QUE MEU PASSADO ME IMPOE. MAS ESPERO UM DIA SUPERAR. LI NO TRATADO DO VÃO COMBATE DE MARGUERITHE YOURCENAR QUE O PASSADO É IMUTÁVEL, POR ISSO MACHUCA MAIS. TENHO ME PERGUNTADO ULTIMAMENTE, O QUE VÃO FALAR DE MIM, NA HORA QUE EU ESTIVER INDO EMBORA. O QUE COLOCARIA COMO EPITÁFIO NUMA LÁPIDE O MEU PASSADO RECENTE ESTÁ ME CASTIGANDO E TENHO USADO A PACIENCIA E A TOLERANCIA PARA VENCE-LO. MAS DEFINITIVAMENTE, O PASSADO É CONTUNDENTE...DEMAIS.

2 comentários:

Samara disse...

Oi primo,
Passei p espiar seu blog e me deparei com sua última postagem.
Tenho certeza absoluta q nada nessa vida é por acaso.
Nem todo mundo tem a chance de nascer em um LAR, no sentido mais amplo q ela possa ter.Mas felizes e abençoadas aqueles q tem e eu me considero uma felizarda,ñ só pelos pais q Deus me concedeu,mas tb pela linda e grande família q possuo. Tão grande q ñ conheço muita gente ainda.
Essa chance de agregar todos, mesmo q virtualmente, me alegra e me renova.
Vc tem razão quando diz q gostaríamos de modificar muita coisa em nosso passado. Pedir perdão,sermos perdoados tb, mas sabe, Deus é tão maravilhoso, ele tem nos dado a oportunidade de fazermos a diferença.
O passado ficou p trás, com ele muita coisa boa e tb ruim,ñ volta. Se torturar com mágoas passadas pra quê? É sofrer novamente.
O maior dos mandamentos é o AMOR,então q possamos nos amar mais e sofrer menos.
Deus está no controle de tudo!!!
Bjusssss

Lima disse...

Meu caro, li e amei o livro da Yourcenar, que foi, também, o primeiro livro dela, já um sucesso. O passado, creio, é um monstro quando trazemos em nós essas imagens combinadas à consciência, quando a memória julga moralmente aqueles que não somos mais, porém o que fomos.